BRASILGÁS

BRASILGÁS

Aragom Modas

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sexta-feira, 1 de março de 2019

Brasileira arranca boné de americano pró-Trump e corre risco de ser deportada dos EUA

Brasileira arranca boné de americano pró-Trump e corre risco de ser deportada dos EUA
Foto: Montagem / Falmouth Police Department
Uma brasileira chamada Rosiane Santos, de 41 anos, poderá ser deportada dos Estados Unidos após ser filmada arrancando um boné de uma americano em um restaurante mexicano. O ato teria sido provocado pelo fato do rapaz, de nome Bryton Turner, estar usando a peça bordada com o slogan “Make America Great Again”, utilizado na campanha do presidente Donald Trump. 

De acordo com o portal UOL, Rosiane, que estava visivelmente bêbada, foi presa por agressão e desordem e logo em seguida pagou fiança. Os atos teriam sido praticados não só dentro do estabelecimento, mas também do lado de fora, quando ela voltou a agredir e arrancar o boné do simpatizante republicano. 

Ela poderá ser expulsa dos Estados Unidos, já que ao ser presa foi constatado que ela vive no país com documentos ilegais. Segundo a advogada da brasileira, ela é casada com um cidadão americano e aguarda os trâmites para a liberação do green card, um documento que torna legal a sua morada no território. 

Aos policiais, Rosiane teria dito que não era correto terem permitido a entrada de um eleitor de Donald Trump em um restaurante mexicano, já que o presidente desde a sua campanha eleitoral tomou diversos posicionamentos de ataque ao México, como discursos xenófobos e a insistente campanha para a construção do muro na fronteira. 

Em entrevista ao jornal NBC News, Turner contou que a brasileira foi verbalmente agressiva a partir do momento em que ele entrou no estabelecimento. "Tudo o que eu disse foi: 'Eu posso usar este chapéu onde eu quiser. Esta é a América”, contou o americano.

Do Portal Bahia Notícias

Nenhum comentário: