BRASILGÁS

BRASILGÁS

Aragom Modas

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Barrocas: Moradores dos Pov. de Curralinho, Toco Preto e Minação, planejam nova manifestação para cobrar redutores de velocidade na BA-409

Foto: Reprodução
Moradores dos povoados localizados na região da divisa com os municípios de Serrinha e Conceição do Coité, cobram instalação de redutores de velocidade (quebra-molas), no trecho onde está localizado o Ponto de Ônibus do Tocó, zona rural de Barrocas. No local já aconteceram diversos acidentes, inclusive com vítimas fatais. No último, ocorrido no dia 1º de janeiro deste ano, uma criança de 5 anos, morreu após ser atropelado por um automóvel (ver aqui). 

A morte do pequeno Kaio revoltou a população, um dia após o acidente, no mesmo horário do sepultamento realizado na sede do Município, em protesto os moradores da região fecharam a BA-409 por algumas horas, exigindo a instalação dos redores de velocidade. A via só foi liberada com a presença da PRE e após garantia de que a demanda seria levada às autoridades competentes, através de uma comissão (ver aqui), mas como já se passaram quase 45 dias e nada foi feito, um novo ato está sendo organizado para os próximos dias.

"Será um protesto com segurança, protesto com bastante confiança, com muita paz e muito respeito e consciência do porque estamos fazendo. A gente quer contar com todos os povoados do município de Barrocas e outros municípios, pois todos necessitam de chegar nesse ponto e descer de um veículo", afirmou o conhecido Tuíca do Quiosque, morador do Povoado de Curralinho.

Desta vez os moradores querem bloquear totalmente a via, liberado apenas o trânsito de ambulâncias: "Pra fechar, fechar pra não passar ninguém, só ambulância. Se precisar ficar o dia todo lá nós vamos ficar o dia todo protestando, pois prometeram que iam botar e até hoje nada, nem vieram aí pra ver, promessas teve muitas" lamentou o pedreiro Genivaldo, que mora próximo a rodovia.

@ Nossa Voz - Por Rubenilson Nogueira

Nenhum comentário: