BRASILGÁS

BRASILGÁS

Aragom Modas

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

‘Estudei em casa e tirei mil’, diz aluna que alcançou nota máxima na redação do Enem

Moradora de Toledos (PR), Gabriela Araújo tirou nota mila ma redação do Enem e pretende cursar Medicina | Foto: Arquivo pessoal / Arquivo pessoal
Moradora de Toledos (PR), Gabriela Araújo alcançou nota máxima na redação do Enem e pretende cursar Medicina | Foto: Arquivo pessoal
Após a divulgação do resultado do Enem, muitos estudantes comemoram as notas obtidas, enquanto outros lamentam e ficam na apreensão pela chegada do Sisu, sistema para se candidatar as vagas no ensino superior. Uma minoria, no entanto, tem algo a mais para exaltar. 

Segundo o Inep, autarquia responsável pelo Enem, dos 4,1 milhões de candidatos, somente 55 tiraram mil na redação. Nesse pequeno contingente de pessoas, está a estudante Gabriela Correa de Araújo, de 21 anos. Moradora da cidade de Toledo, no Paraná, ela passou o ano estudando por conta própria na tentativa de conseguir uma boa nota para ingressar no curso de Medicina. 

Antes da decisão de estudar sozinha, no entanto, cursou escolas particulares e passou um ano em colégio preparatório para vestibulares. “Tive muito apoio dos outros, é mérito meu e de todas as pessoas ao meu redor. Sou exceção dentro da comunidade negra e isso é triste. O que eu tive não foi apenas esforço e boa vontade, o que eu tive foram boas oportunidades”, afirmou.  

O segredo para obter um bom desempenho no exame, segundo ela, foi a prática da escrita e da leitura durante os dias de estudo em casa. “Eu escrevia todos os dias, isso me ajudou muito porque eu aprendi a colocar no papel o que está na minha cabeça. Se eu pudesse dar uma dica é que você escreva algo todos os dias, nem que seja só um parágrafo. Independentemente do tema que for. Saber escrever e estar acostumado a escrever já te coloca muito à frente dos concorrentes”, avalia a estudante. 

Do Portal NS/Fonte: O Globo

Nenhum comentário: