BRASILGÁS

BRASILGÁS

Aragom Modas

NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Projeto que aumenta carga horária de estudo de 80 para 270 horas para professores estaduais terem gratificação é aprovado

Projeto que altera programa de gratificação dos professores da rede estadual de educação foi votado na Alba | Foto: Divulgação/Alba
Projeto que altera programa de gratificação dos professores da rede estadual de educação foi votado na Alba | Foto: Divulgação/Alba
A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) aprovou, nesta segunda-feira (17), o projeto de lei do governo do estado que altera o programa de gratificações dos professores da rede estadual de ensino. Com isso, a carga horária mínima para o recebimento de gratificação mudou de 80 horas para 270 horas de pós-graduação. A medida faz parte do pacote econômico e da reforma administrativa proposta pelo governo do estado para 2019. 

A votação foi realizada durante a manhã. A Alba não divulgou o número exato de votos a favor e contra, mas informou ao G1 que, dos 58 deputados presentes, todos da base governista foram favoráveis e todos da oposição votaram contra as mudanças. O Projeto de Lei 22.985 altera a Lei 8.261/2002. Antes da votação o texto ganhou emenda. 

O texto final extingue a gratificação de 5%, paga anteriormente a profissionais que tivessem pós-graduação de 80h a 119h, e a de 10%, aos que tivessem de 120h a 359h. A partir de 2019, essa gratificação passa a ser de 10% para professores que comprovem curso de 270h a 359h. 

Em nota, o governo do estado informou que não haverá nenhuma perda salarial e nenhum corte de gratificação com o projeto aprovado nesta segunda. A medida, segundo o comunicado, “visa aprimorar a forma de aquisição da gratificação e trata de compatibilizar os conteúdos com a realidade do ensino, que está posta como desafio para melhoria dos Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb)”. 

A nota afirma ainda que o governador Rui Costa é a favor das gratificações e deseja que elas possam ser aprimoradas, para que todos os professores e professoras tenham direito de chegar a 50% dos salários em gratificações.

Do Portal NS/Fonte: G1 BA

Nenhum comentário: