BRASILGÁS

BRASILGÁS

Aragom Modas

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Homem é preso suspeito de atuar ilegalmente como médico em hospital na Bahia

Foto: Divulgação/SSP-BA
Foto: Divulgação/SSP-BA
Um homem foi preso em flagrante suspeito de atuar ilegalmente como médico em Barra, no oeste da Bahia. Ele era investigado desde maio de 2017. A prisão ocorreu no município de Ibotirama, que fica a 160 quilômetros de Barra. 

De acordo com a polícia, o suspeito atuava como clínico geral no Hospital Santa Rita, que é administrado pela Fundação da Associação Baiana de Medicina de Pesquisa e Extensão na Área de Saúde (Fabamed). 

Na quinta-feira (8), quando a polícia chegou à unidade de saúde em Barra, o suspeito percebeu a presença da polícia, pulou o muro do hospital e fugiu em um carro. Equipes da polícia fizeram barricadas na região para localizar o homem. O suspeito foi encontrado na altura de Ibotirama e levado para a delegacia de Barra, onde está preso pelo crime de exercício ilegal da medicina e de falsidade ideológica. 

Ainda segundo a polícia, o homem, que é natural do estado de Rondônia, estudou cinco anos de medicina na Bolívia e retornou ao Brasil para fazer o internato, mas não conseguiu se formar porque o internato não foi reconhecido pelo Ministério de Educação da Bolívia. 

Há dois anos, ele atua como médico. O suspeito chegou a trabalhar no Hospital Santa Rita, em maio do ano passado, quando a polícia recebeu as primeiras denúncias contra ele. Mas, em pouco tempo, o homem deixou de atuar na cidade. Ele retornou na quinta-feira, quando foi preso. O G1 informou que até a publicação desta reportagem não conseguiu falar com a Fundação da Associação Baiana de Medicina de Pesquisa e Extensão na Área de Saúde (Fabamed).

Do Portal NS/Fonte: G1 BA

Nenhum comentário: