BRASILGÁS

BRASILGÁS

Aragom Modas

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Detran pede prorrogação do prazo para implantação da placa Mercosul na Bahia

Foto: Ministério das Cidades / Divulgação
Foto: Ministério das Cidades / Divulgação
Provocado pelo Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) analisa a possibilidade de prorrogar o prazo para a implantação da nova placa veicular padrão Mercosul, previsto para a próxima segunda-feira (3), com o agendamento de datas diferentes para os estados. 

Na Bahia, a medida entraria em vigor no próximo dia 17. O Contran deve se pronunciar nesta sexta-feira (30). Com o objetivo de evitar transtornos para os proprietários de veículos, o Detran-BA sugeriu a mudança no prazo por causa do baixo número de empresas fabricantes e estampadoras de placas que se cadastraram no Denatran para oferecer o serviço, em território baiano. 

“Ficamos preocupados com a baixa adesão das empresas e sugerimos ao Denatran a prorrogação. Não podemos correr o risco de não atender à demanda em todas as regiões do estado. Hoje, identificamos 32 empresas cadastradas no Denatran para a Bahia e outras 80 têm interesse. Precisamos de, pelo menos, 60. Por isso, a necessidade de esticar a data”, argumentou o diretor-geral do Detran-BA, Lúcio Gomes. 

A nova placa será obrigatória para os veículos zero quilômetro e no caso de transferência de propriedade. Ela terá quatro letras e três números, emblema do Mercosul, bandeira do Brasil, marca d’água e código de barras bidimensional (QR-Code). “A maior vantagem da troca será a proteção do sistema de trânsito. Ficará muito mais difícil a fraude, porque cada par de placas terá um código específico. Sempre fomos a favor da medida, apenas pedimos um pouco mais de tempo para a implantação”, explicou o diretor. 

Do Portal NS/Fonte: Política Livre

Nenhum comentário: