BRASILGÁS

BRASILGÁS

Aragom Modas

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Médicos reavaliam quadro de Bolsonaro e vetam participação dele em debate na Band

Após primeiro turno, Jair Bolsonaro (PSL) concede entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo | Foto: Reprodução
Após primeiro turno, Jair Bolsonaro (PSL) concede entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo | Foto: Reprodução
O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), não foi liberado pela junta médica que o atende para participar do debate realizado pela TV Bandeirantes nesta quinta-feira (11). 

Segundo o cirurgião Antônio Luiz Bonsucesso Macedo, Bolsonaro perdeu 15kg e precisa recuperar massa magra. Por isso, não está liberado também para participar de outros atos de campanha. 

“Ele perdeu 15 quilos de massa muscular e ainda está fraco. Ele precisa de uma dieta de recuperação proteica”, disse o médico, ressaltando que na próxima quinta-feira (18) Bolsonaro deve ir ao hospital e provavelmente será liberado para campanha e debates. “Ele não tem mais inclusão de ferro na veia, como estava sendo feito, não tem mais antibiótico na veia, não tá mais com home care do Einstein o tempo todo, que nós temos mantido. Então ele vai fazer uma intensa reposição nutricional e fisioterapia e, com certeza, pelo que nós conhecemos dele, quinta-feira que vem vamos liberá-lo para tudo que for necessário”, garantiu o cirurgião. 

Ainda segundo os médicos, apesar do quadro de Bolsonaro ter evoluído bem, ele ainda apresenta quadro de anemia, o que impossibilita a liberação completa do paciente. O cirurgião Antônio Macedo e o cardiologista Echenique chegaram ao condomínio do capitão por volta das 9h30. 

Um terceiro médico, identificado como Marcelo, os acompanhava. Há uma semana, Macedo e Echenique estiveram com Bolsonaro e contraindicaram a ida dele ao debate da TV Globo com os presidenciáveis, no dia seguinte. O candidato acatou a sugestão e não foi ao encontro.

Do Portal NS, com informações do G1 Rio

Nenhum comentário: