BRASILGÁS

BRASILGÁS

Aragom Modas

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

‘Serei presidente, não sei como’, diz cabo Daciolo após encerrar 21 dias de retiro no ‘Monte das Oliveiras’

O candidato do Patriota à Presidência da República gravou um vídeo no Facebook, nesta terça-feira (25) | Foto: Reprodução Facebook
O candidato do Patriota à Presidência da República gravou um vídeo no Facebook, nesta terça-feira (25) | Foto: Reprodução Facebook
O candidato do Patriota à Presidência da República, Cabo Daciolo, disse, nesta terça-feira (25), que finalizou o período de 21 dias de jejum e orações que se propôs a fazer no alto do Monte das Oliveiras, no bairro de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. No dia sete de setembro Daciolo anunciou o início do retiro religioso. 

Durante esse período, o deputado federal não concedeu entrevistas ou participou de debates políticos. Para marcar o fim do jejum, Daciolo gravou um vídeo ao vivo em uma de suas redes sociais para falar sobre a campanha. 

Em um trecho da gravação, que teve o total de 29 minutos, o cabo do Corpo de Bombeiro afirma que vencerá as eleições e que acredita na vitória ainda no primeiro turno da disputa. Entre outras críticas a corrida eleitoral, o político questionou a opção pelo voto útil e pediu a confiança daqueles que ainda não sabem em quem votar no dia sete de outubro. 

“Eu serei presidente. Não sei como. Mas eu acredito até que a vitória será no primeiro turno. Olha só o tamanho da minha fé? (…) Que papo é esse de votar no menos pior. Deus não quer que você vote no menos pior. Você está preocupado com os números que estão mostrando? Isso é tudo mentira. Quem determina quem vai sentar na cadeira de presidente é Deus”, disse Daciolo em um dos trechos do vídeo. 

Desde o início da campanha, o presidenciável só apareceu duas vezes em público. Na tarde desta terça-feira o parlamentar voltou a criticar os líderes das últimas pesquisas eleitorais. Para o candidato, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) representam a maçonaria e o comunismo, respectivamente. 

“Eles querem criar o caos e um cenário de guerra. Bolsonaro e Haddad fazem parte do sistema. Um representa o comunismo e o outro representa a maçonaria. (…) Se você não for votar, Deus vai fazer essas arvores aqui votarem em mim. Eu sei disso porque Deus já me levou para o futuro e eu vi. Até o dia sete vocês também vão ver. Você vai sonhar comigo. Você vai acordar pensando no Daciolo”, disse o presidenciável.

Do Portal NS/Fonte: G1

Nenhum comentário: