BRASILGÁS

BRASILGÁS

BERG ARAGOM NOVO

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quinta-feira, 12 de julho de 2018

MP recomenda que Coelba restabeleça contrato com a Caixa para que clientes paguem contas nas casas lotéricas

Consumidores reclamam das grandes filas para pagar conta de luz após lotéricas da Bahia deixarem de receber boleto da Coelba | Foto: Reprodução/TV Bahia
Consumidores reclamam das grandes filas para pagar conta de luz após lotéricas da Bahia deixarem de receber boleto da Coelba | Foto: Reprodução/TV Bahia
O Ministério Público da Bahia (MP-BA) recomendou, nesta quarta-feira (11), que a Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba) restabeleça o contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF), com urgência, para que os consumidores possam voltar a pagar as contas de energia elétrica nas casas lotéricas. O pagamento nas lotéricas foi suspenso no dia 1º de junho. 

Desde então, a Coelba estabeleceu locais para a quitação do boleto. Contudo, os consumidores reclamam das longas filas enfrentadas nos locais e da demora para o pagamento. 

De acordo com o MP, além da recomendação para o restabelecimento de contrato a Caixa, foi recomendado também que a Companhia não suspenda o fornecimento de energia para consumidores inadimplentes, nem aplique multas aos usuários que estejam com faturas atrasadas, em relação ao período compreendido entre o dia da rescisão oficial do contrato até o momento em que ele for restabelecido. 

Em nota, a Coelba informou que recebeu a notificação do MP, mas que não tem conhecimento de recomendação expressa para que restabeleça o contrato com a Caixa Econômica Federal. No comunicado, a empresa disse também que apresentará manifestação dentro do prazo concedido pelo MP.

Do Portal NS/Fonte: G1 BA

Nenhum comentário: