BRASILGÁS

BRASILGÁS

BERG ARAGOM NOVO

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Guto Ferreira tenta buscar "equilíbrio" do time do Bahia em jogo contra o Palmeiras

No próximo sábado (19), o Bahia enfrenta a equipe do Palmeiras, no Allianz Parque, às 21h, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Guto Ferreira concedeu entrevista coletiva e comentou sobre o retorno do zagueiro Tiago.
"Passa por um todo. Passa pelo tempo parado do Tiago. A gente tem algumas preocupações, tem a decisão tomada, mas não vamos revelar. Importante que a coisa seja progressiva", explicou o treinador do Bahia.
Guto Ferreira também falou sobre as utilizações de jogadores que teoricamente vieram ao tricolor para reforçar o time sub-23.
"Acho que tanto o torcedor quanto a imprensa já perceberam que pra mim, logicamente, quanto mais consagrado melhor, quanto mais estruturado o jogador, melhor. Mas eu não me apego a isso, eu me apego a rendimento dentro de campo. Eles vão para os treinamentos e mostram serviço, enriquecem o seu repertório e tem a oportunidade dentro de campo. Mostrou, atendeu as necessidades do Bahia? Ótimo! É assim que entrou o Marco Antônio, Becão, Éverson, é assim que tem entrado o Flávio e com bom desempenho todos eles. O mais importante não é se é "fulano" ou "beltrano". O mais importante é aquele que traz progresso a equipe do Bahia" , afirmou Guto.
O comandando do time do Esquadrão também comentou sobre o próximo adversário.
"Quem tem muito poder de investimento tende a trazer as melhores condições de trabalho. Os melhores jogadores... Joga campeonatos que impulsionam você a estar num estágio à frente... Agora nós temos que buscar dentro das nossas limitações e das nossas virtudes, chegar o mais perto possível de um equilíbrio com eles. O futebol é um dos poucos esportes que permite que aqueles que teoricamente mais fracos, rivalizem e equilibrem com os mais fortes, através de estratégia, de disposição. É justamente isso que a gente precisa buscar".
Do Portal Galáticos Online/Foto: Felipe Oliveira / ECBahia

Nenhum comentário: