BRASILGÁS

BRASILGÁS

Aragom Modas

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Caminhoneiros fazem protestos em todos os estados e no DF

Foto Marcelo Pinto/APlateia
Foto: Marcelo Pinto/APlateia
Pelo 5º dia seguido, caminhoneiros fazem manifestações nos 26 estados e no Distrito Federal. Os atos desta sexta-feira (25) dão continuidade à mobilização contra a disparada do preço do diesel, que faz parte da política de preços da Petrobras em vigor desde julho de 2017. 

Em alguns pontos do país, o protesto recebeu apoio de outras categorias como motoristas de vans escolares, taxistas, mototaxistas, além de caçambeiros, caso do Mato Grosso do Sul. 

Questionado nesta sexta sobre se os caminhoneiros não estariam fazendo a parte deles no acordo com o governo para suspender a paralisação, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que é preciso “dar um tempo” para os líderes da categoria conversarem com as bases. Ele ainda afirmou que os efeitos do acordo não ocorrem “imediatamente”. “Eles [caminhoneiros] assinaram. Eles vão levar às suas bases. É isso que foi dito, é isso que está escrito. Eles vão levar às suas bases. Então nós temos que dar também um tempo. Isso não é imediatamente. Eles vão levar os dados todos às suas bases”, afirmou Padilha. O acordo entre governo e lideranças da categoria foi anunciado na noite de quinta-feira (24), no Palácio do Planalto. O documento prevê a suspensão da greve por 15 dias. 

O governo se comprometeu, entre outros itens, a manter a redução de 10% no valor do óleo diesel a preços na refinaria, já praticados pela Petrobras, nos próximos 30 dias, com compensações financeiras da União à Petrobras. 

Do Portal NS, com informações do G1

Nenhum comentário: