Gravação do DVD de Lívia Carvalho

Gravação do DVD de Lívia Carvalho

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quinta-feira, 29 de março de 2018

‘É a decisão mais difícil da minha vida’, diz Neto sobre candidatura

O prefeito ACM Neto (DEM) novamente desconversou sobre a decisão de deixar a Prefeitura de Salvador para concorrer ao Governo do Estado nas eleições deste ano. Em entrevista à Record Bahia, Neto falou que sua decisão será anunciada somente na próxima semana.
O democrata destacou, no entanto, que essa é a decisão mais difícil da sua vida política, que completará 20 anos. “Existe toda uma especulação, que á natural [sobre a candidatura]. É legítimo que os partidos e a imprensa especulem. No entanto, eu disse que minha decisão será anunciada entre o dia 6 e 7 de abril.
Portanto, entre a sexta e o sábado da outra semana. É uma decisão muito difícil, essa é a decisão mais difícil de toda a minha vida pública. Completo 20 anos na política partidária. Sempre tive que tomar decisões difíceis, escolher caminhos, mas esse é o momento mais desafiador da minha vida pública”, disse. 
“Me realizo na Prefeitura, amo ser prefeito de Salvador, faço com gosto. Eu conheço cada canto dessa cidade”, acrescentou. Neto ainda garantiu que se deixar a Prefeitura, a cidade estará em boas mãos, as do vice Bruno Reis (MDB). “O vice-prefeito Bruno Reis é de extrema confiança, tem habilidade política. Vai dar continuidade a tudo o que nós estamos fazendo. No entanto, não podemos deixar de ouvir o coração”. 
“Eu tenho conversado com os partidos políticos, com as lideranças e com o povo. Nesse momento, pra mim, o mais importante é entender qual é o sentimento do povo. O desejo do povo de Salvador. Porque eu olho pra trás e vejo que em 2016 eu tive a confiança do povo para uma reeleição extraordinária. A minha decisão depende de eu entender qual é a preferência do povo da Bahia e do povo de Salvador”, completou.
Do Portal CN, com informações do Bahia.ba

Nenhum comentário: