BRASILGÁS

BRASILGÁS

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quarta-feira, 7 de março de 2018

CCJ: parecer sobre cassação de Lúcio deve sair em até 50 dias uteis; veja vídeo:

O Conselho de Ética da Câmara (CCJ), escolheu na tarde dessa terça-feira (7), o relator do processo por quebra de decoro parlamentar contra o deputado Lúcio Vieira Lima (MDB), irmão do ex-ministro do governo Temer, Geddel Vieira Lima, preso. As representações pedem a cassação do mandato parlamentar de Lúcio.
De acordo com o presidente da CCJ, o deputado Elmar Nascimento (DEM), o escolhido foi o deputado Hiran Gonçalves (PP).
“Eu escolhi o deputado Hiran Gonçalves que é um dos deputados mais competentes, qualificado, do PP de Roraima que tem todas as condições de com equilíbrio e atento ao que tem nos autos do processo chegar ao melhor parecer possível”, explicou.
Pelo regimento, os relatores têm até 10 dias úteis para apresentar um parecer preliminar. A partir de então, são contados 40 dias úteis para a votação de um relatório final. É comum, no entanto, que processos demorem meses até serem julgados pelo Conselho.
A expectativa do demista é que o processo se cumpra no prazo. “Precisamos apresentar um plano de trabalho que de celeridade aos quatro processos sem favorecer nem desfavorecer ninguém. Espero que se conclua no prazo, temos 10 dias uteis e depois mais 40 dias uteis, espero que tudo seja concluído no prazo”, reafirmou.
Além de Lúcio, também foram alvo de representações os parlamentares Celso Jacob (MDB-RJ) , João Rodrigues (PSD-SC) e Paulo Maluf (PP-SP). Entre os parlamentares, o único que não está preso atualmente é Lúcio Vieira Lima. O deputado é acusado, junto com a mãe, Marluce Vieira Lima, e o irmão, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, de associação criminosa e lavagem de dinheiro.

           

Do Portal Bocão News

Nenhum comentário: