Gravação do DVD de Lívia Carvalho

Gravação do DVD de Lívia Carvalho

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quarta-feira, 21 de março de 2018

Brasil perde R$ 8 bilhões por ano com desperdício de água

Alunos da Escola Classe 29 de Taguatinga participam de atividades do projeto Adasa na Escola. No projeto as crianças aprendem como podem ajudar na preservação da água (Marcelo Camargo/Agência Brasil
Alunos de escola em Brasília aprendem como podem ajudar na preservação da água | Marcelo Camargo/Agência Brasil
O Brasil perde cerca de R$ 8 bilhões por ano com desperdício de água, segundo estimativa do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS). A perda chega a 37% de tudo o que é consumido, de acordo com estudo da entidade, em parceria com o Instituto Trata Brasil. 

Segundo informações do blog da jornalista Miriam Leitão, em O Globo, isso significa que de cada 100 litros consumidos, 37 são perdidos com vazamentos, roubos, ligações clandestinas e outras formas de desperdício. 

A presidente do CEBDS, Marina Grossi, defende que haja uma regulamentação federal que possa dar segurança jurídica para que projetos já adotados sejam replicados pelo país. Hoje, poucos municípios têm leis de incentivo ao reúso de água. 

“A pauta da água subiu na lista de prioridades das empresas, por conta dos riscos crescentes de déficit e também porque a redução no uso da água passou a ser um negócio rentável. É importante que as empresas conheçam as tecnologias que já estão sendo empregadas e se engajem neste processo”, explicou. 

Segundo a CEBDS, entre os exemplos de projetos replicáveis está o da Braskem, que investiu R$ 280 milhões, desde 2002, em projetos de melhoria da eficiência hídrica e já obteve uma economia acumulada superior a R$ 188 milhões em redução de custos.

Do Portal NS

Nenhum comentário: