BRASILGÁS

BRASILGÁS

BERG ARAGOM NOVO

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quarta-feira, 21 de março de 2018

Apagão deixa 360 cidades da Bahia sem luz

Segundo a Transalvador, quase todas as sinaleiras da capital baiana ficaram sem funcionar durante o apagão | Foto: Arquivo pessoal
Segundo a Transalvador, quase todas as sinaleiras da capital baiana ficaram sem funcionar durante o apagão | Foto: Arquivo pessoal
Municípios de ao menos 14 estados do Norte e do Nordeste do país enfrentaram um apagão nesta quarta-feira (21): Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Sergipe e Tocantins. A queda de energia ocorreu pouco antes das 16h. 

De acordo com as companhias de energia locais, 2.049 cidades foram afetadas nos 14 estados. O número representa 93% do total de municípios (2.204) desses estados. Segundo a Coelba, concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica na Bahia, das 415 cidades atendidas pela empresa no estado, 360 foram afetadas pela falta de luz. 

Em outras 55 não houve registro de queda energia. Também houve registro de falta de energia em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. O problema foi registrado às 15h48. 

Em nota, o Operador Nacional do Sistema (ONS) informou que as causas do desligamento estão sendo investigadas. O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, disse que o apagão ocorreu após uma falha em uma linha de transmissão ligada à usina de Belo Monte, no Pará, que não suportou um aumento de carga. 

Segundo o ministro, essa linha foi programada para operar em uma potência maior. Em entrevista coletiva no início da noite desta quarta, o diretor-geral do ONS, Luiz Eduardo Barata Ferreira, disse que a falha ocorreu em um disjuntor na subestação Xingu, no Pará. O problema, segundo Ferreira, causou “pequena perturbação” nos sistemas do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, mas provocou um “colapso”, com “repercussão bem mais acentuada”, nos sistemas do Norte e Nordeste.

Do Portal Galáticos Online/Fonte: G1

Nenhum comentário: