BRASILGÁS

BRASILGÁS

BERG ARAGOM NOVO

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Namorado de garota encontrada morta está sendo ameaçado, diz mãe do adolescente

O ‘namorado’ da adolescente Bruna Santana Mendes, 16 anos, que foi encontrada morta dentro de um saco em Feira de Santana, na manhã de ontem (21), está recebendo ameaças de morte. A mãe do garoto informou que ele iria para o enterro da menina hoje, em Serra Preta, mas recebeu a orientação de não ir porque ele poderia está correndo risco.
Isabela Costa Linhares disse também que o filho de 16 anos está muito deprimido por conta das acusações e das informações que estão sendo compartilhadas na internet. Ela ressalta que quando soube que a garota não havia chegado em casa, eles foram à delegacia e ficaram lá por várias horas.
“Ele já prestou depoimento, inclusive, no dia que a menina sumiu, quando ele soube que ela não tinha chegado em casa, nós fomos à delegacia, no domingo, ficamos lá até as 4h30 da manhã. Encontramos o primo, a prima e outras pessoas ligadas à família, ficamos lá e depois das 4h30 fomos para casa. Na segunda-feira, retornamos novamente para a delegacia na base das 8h30, ficamos até o meio-dia, e quando foi às 16h voltamos novamente à delegacia e ficamos até a noite. Como meu filho pode ter feito alguma coisa com ela neste tempo? Nada comprova que foi ele, e as pessoas estão usando de má fé nas redes sociais para difamar meu filho. Ele ia para o enterro e me orientaram para ele não ir porque tem muita gente com raiva dele”, ressaltou.
Isabela informou que o filho e Bruna apenas ‘ficavam’ sempre que se viam e que não eram namorados. Ela disse também que os dois não mantinham relações sexuais e acredita que ela não estava grávida.
“A verdade vai vir à tona. Meu filho não está indo para a escola. As pessoas estão publicando as fotos dele nas redes sociais, no WhatsApp, e comentando coisas que não são verdadeiras. Eu não a conhecia, era só por foto, eles conversavam bastante pela internet. Ele disse que nunca teve relações sexuais com ela. Há tempos ela tinha desmaiado e por isso veio para Feira para fazer exames, e as pessoas ficam inventando coisas, dizendo que ela estava grávida. Ela não disse para ele que estava grávida em momento algum. A polícia já esteve na casa noturna, já pegou as imagens que mostram ele lá, mas ele não foi atrás deste suposto remédio que as pessoas estão falando nas redes sociais. Ele entrou lá para conhecer o lugar”, enfatizou a mãe pedindo às pessoas que parem de espalhar boatos e que esperem os resultados das investigações.
“Ele chora muito, disse que pediu várias vezes para levá-la em casa, mas ela não quis. Ele disse que quer muito que o culpado apareça e que gostava muito dela. Eles não eram namorados, eram ficantes e ficavam sempre quando ele ia para Serra Preta em algumas festas e quando ela vinha para Feira, mas eles se gostavam. Ele está muito depressivo, está triste, ele fica muito sozinho. Eles se gostavam, e ele está com muito medo de represália. As pessoas dizem que vão linchar, que vão matar, fazer e acontecer, sem ao menos esperar o laudo da polícia. Quem vai nos dizer a verdade é a polícia”, declarou.
A mãe do jovem contou também que o filho procurou o motoboy e foram até a casa da garota para saber se ela tinha chegado à casa da tia.
“O que ele disse para a polícia, ele disse para mim. E o motoboy falou também que ouviu meu filho dizer para ela: ‘Eu te levo em casa Bruna, não precisa o motoboy levar’. E ela respondeu: ‘Eu prefiro ir de motoboy’. É tanto que no dia que ele chegou aqui, eu perguntei cadê a menina e ele disse: ‘Mãe eu deixei ela com o motoboy’. Aí eu falei: ‘O primo dela teve aqui e disse que ela não chegou em casa, você vai agora lá, pegue o motoboy e peça para ele lhe deixar na casa da prima’. Quando chegou lá, encontrou o primo, que disse que sabe quem é o motoboy. Aí o motoboy disse que deixou a moça na porta. Meu filho voltou para casa despreocupado e, quando chegou em casa, recebeu a bomba de que ela não estava na casa da tia. Aí descemos para a delegacia”, contou.
Investigações
O corpo de Bruna foi necropsiado e o laudo do exame não constatou crime de violência sexual nem gravidez. Segundo o delegado Fabrício Linard, titular da Delegacia de Homicídios, novos exames ainda serão feitos.
Ele disse também que o Departamento de Polícia Técnica (DPT) identificou que Bruna foi morta por sufocamento, e é possível que o crime tenha sido praticado por dois ou três autores.
A Polícia Civil está analisando imagens das câmeras do shopping e de outros locais no sentido de traçar o caminho percorrido por Bruna até chegar ao local do crime.
Desaparecimento
Bruna Santana Mendes é da cidade de Serra Preta e estava hospedada na casa de parentes, na Rua Porto Seguro, bairro Jardim Cruzeiro, em Feira, e foi vista pela última vez no Boulevard Shopping. Bruna estava vestindo blusa branca de manga comprida, saia rosa e calçando tênis.
Segundo familiares, um primo levou a garota ao cinema para ela se encontrar com o “namorado” e ao retornar para buscá-la não conseguiu encontrá-la. O rapaz que estava com Bruna informou que ao se desencontrar com o primo, ela pegou um motoboy e retornou para casa.
O crime
De acordo com a delegada Ludmila Vilas Boas, que presidiu o levantamento cadavérico, o corpo estava em estado avançado de putrefação indicando que, provavelmente, já tem alguns dias que a jovem foi morta. O corpo foi encontrado desnudo, vestindo apenas calcinha e tênis, o que levantou a suspeita da polícia de que houve crime sexual antes da morte. A bolsa da jovem foi encontrada próximo ao corpo.
Do Portal CN/Fonte:Acorda Cidade

Nenhum comentário: