Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Datafolha aponta que 53% querem Lula preso e 43% dizem que ex-presidente não vai disputar eleição

Foto: Paulo Pinto/AGPT
Foto: Paulo Pinto/AGPT
A Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta quinta-feira (1º) pelo jornal “Folha de S.Paulo” aponta que 53% dos entrevistados consideram que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deveria ser preso, após a condenação em segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. 

O petista foi condenado na quarta-feira (24) por unanimidade pelos três desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no caso do triplex em Guarujá. 

Além de manter a condenação imposta pelo juiz Sérgio Moro na 1ª instância, os desembargadores aumentaram a pena de 9 anos e 6 meses de prisão para 12 anos e 1 mês, com início em regime fechado. Lula se diz inocente. No mesmo levantamento, o Datafolha registrou que 43% dos entrevistados acreditam que Lula não irá disputar a eleição em 2018. 

Para 51% das pessoas ouvidas pelo instituto, o ex-presidente não deveria poder disputar a eleição. Na esfera eleitoral, a situação de Lula só será definida no segundo semestre deste ano, quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) analisar o registro de candidatura do ex-presidente. 

A Lei da Ficha Limpa, que impede a candidatura de condenados por tribunal colegiado (como o TRF-4), prevê a possibilidade de alguém continuar disputando um cargo público caso ainda tenha recursos contra a condenação pendentes de decisão.

Do Portal NS/Fonte:G1

Nenhum comentário: