BRASILGÁS

BRASILGÁS

BERG ARAGOM NOVO

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Comandante da PM diz que Igor Kannário é "marginal"


O Coronel Anselmo Brandão, comandante-geral da Polícia Militar da Bahia, chamou nesta quarta-feira (14) o cantor Igor Kannario de “marginal” e disse que o vereador pelo PHS "já foi preso várias vezes”. As declarações foram feitas durante coletiva de imprensa para apresentar o balanço final da operação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) no Carnaval de Salvador.

"Infelizmente é marginal, responde processo, já prendemos ele várias vezes. (...) A massa que acompanha ele é que estimula ele e ele estimula essa massa, tanto que ele não colabora com a polícia. Em todo momento ele não pediu calma, tranquilidade, como Bell [Marques] faz, Léo Santana faz. Ele provocou, atiçou, porque ele quer holofote", avaliou o policial.

O comandante disse, ainda, que o cantor não colabora com a polícia, pedindo calma aos foliões, por exemplo, como outros cantores fazem. “Ele quer holofote e a PM não vai dar isso pra ele”.

O coronel também demonstrou chateação com as críticas do ator Bruno Gagliasso, que, do trio elétrico, registrou no Instagram o momento em que policiais agiam com o cassetete em meio à multidão. "É muito fácil criticar em cima de um trio e dentro de um camarote, (...) inclusive colocando imagem da polícia como algoz. (...) Não vou aceitar em hipótese alguma que ninguém venha denegrir imagem de uma instituição reconhecida", afirmou Brandão.

Segundo ele, se houver excessos, estes serão investigados, mas é natural que a PM use "energia" em alguns momentos. Segundo ele, a atuação da PM é destacável neste ano a partir dos resultados obtidos: nenhum homicídio, redução de furtos e roubos, redução de lesão corporal, nenhum baleado no circuito nem mesmo episódio envolvendo gangues. "Foi uma festa tranquila", acrescentou. 


Do Portal Clériston Silva

Nenhum comentário: