Gravação do DVD de Lívia Carvalho

Gravação do DVD de Lívia Carvalho

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Abandonados, animais tem vida de sofrimento nas ruas de Barrocas

Foto: Rubenilson Nogueira
São vários animais vivendo abandonados nas ruas em todo país, em Barrocas não é diferente. Sem abrigo, esses animais buscam locais diversos para se protegerem do frio, debilitados e sem os cuidados básicos de higiene, por suas aparências sujas e debilitadas, são retirados das imediações de estabelecimentos comerciais e residências, muitas vezes acabam agredidos para não retornarem.

Quando filhotes, todos os cuidados, fotos postadas nas redes sociais, carinho, amor. Mas quando crescem muitos cães e gatos acabam abandonados nas ruas por seus antigos donos. Talvez eles não sejam mais tão fofinhos como antes, mas continuam necessitando de água, comida e cuidados especiais.

Em Barrocas, apesar de algumas campanhas de conscientização voltadas a alertar a população para a proteção desses animais, não há entidades que protejam e recebam animais de rua. Próximo à estação, após a assinatura de um TAC junto ao Ministério Público, a Prefeitura Municipal através da Secretaria de Agricultura implantou um comedouro e um bebedouro, mas dificilmente os animais encontram água limpa e comida.

Nesta terça-feira (13) flagramos um cão muito magro perambulando pelas ruas da cidade, há três dias outra moradora enviou fotos de outro cão que vive nas ruas. Na sexta-feira (09) uma senhora denunciou que gatos estão sendo envenenados próximo ao Colégio Municipal. Todos os bichos que vivem abandonados e sofrem maus-tratos nas ruas, estão em fase adulta. Duas versões podem explicar a situação, ou foram abandonados após crescerem, ou são resultado de procriação desordenada. Diminuir estes casos depende muito de ações do Poder Público, isso é fato, mas precisamos principalmente da conscientizar da população.

@ Nossa Voz – Por Rubenilson Nogueira

Nenhum comentário: