Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Relembre em números a trajetória das finalistas; Final será dia 10 de dezembro

No próximo domingo (26), Euclides da Cunha e Eunápolis iniciam a disputa do título do Intermunicipal 2017. Um confronto inédito na final de uma edição da maior competição de futebol amador do país.

As duas Seleções buscam o primeiro título de suas histórias. Euclides já teve duas oportunidades e bateu na trave em 2002 e 2003. Eunápolis vai para sua primeira decisão.

Para chegarem à disputa da taça, as finalistas tiveram uma longa e árdua caminhada desde 6 de agosto, da rodada de abertura do campeonato. Nestes quase quatro meses, as duas equipes realizaram 16 jogos.

Antes de a bola rolar na decisão do título, o Portal FBF traz para você, torcedor, o retrospecto de cada finalista do Intermunicipal 2017.

EUCLIDES DA CUNHA
A Seleção do Nordeste Baiano vai para sua terceira final da competição. Na primeira delas, em 2002, perdeu o título para Itamaraju. Já na segunda, em 2003, foi vice-campeã ao perder a taça para São Félix.

Quatorze anos depois, Euclides da Cunha volta a disputar o título após uma campanha de destaque nas primeiras fases do certame. Em 16 jogos disputados, foram nove vitórias, cinco empates e duas derrotas, para Biritinga e Serrinha, na 1ª e 3ª rodadas, respectivamente.

A Seleção Euclidense marcou, até aqui, 34 gols, sofreu 18 e tem um saldo positivo de 16 gols. Seus 66,6% de aproveitamento lhe garantem o direito de fazer o duelo decisivo da final no seu mando de campo.

Além do apoio da torcida, Euclides da Cunha tem como arma o maior goleador da história do Intermunicipal. O experiente Pim é centroavante da equipe e chega para a decisão na liderança da corrida por mais uma artilharia, com 13 gols marcados.

Histórico de Jogos

1ª fase
Biritinga 2 x 1 Euclides da Cunha 
Euclides da Cunha 3 x 2 Canudos
Euclides da Cunha 0 x 1 Serrinha
Serrinha 0 x 0 Euclides da Cunha
Canudos 1 x 3 Euclides da Cunha
Euclides da Cunha 4 x 2 Biritinga

2ª fase
Euclides da Cunha 4 x 1 Senhor do Bonfim
Senhor do Bonfim 1 x 1 Euclides da Cunha

3ª fase
Euclides da Cunha 3 x 1 Riachão do Jacuípe
Riachão do Jacuípe 2 x 2 Euclides da Cunha

4ª fase - Oitavas de Final
Euclides da Cunha 3 x 1 Itaberaba
Itaberaba 0 x 0 Euclides da Cunha

5ª fase - Quartas de Final
Euclides da Cunha 4 x 1 Porto Seguro
Porto Seguro 1 x 1 Euclides da Cunha

6ª fase - Semifinal
Euclides da Cunha 3 x 1 Itabela
Itabela 1 x 2 Euclides da Cunha

EUNÁPOLIS
 
Já Eunápolis chega, pela primeira vez na sua história, a uma final de Intermunicipal. Antes, as melhores campanhas da Seleção do Sul Baiano haviam sido feitas em 1989, quando terminou a competição no sexto lugar geral entre 100 participantes, e 2015, quando terminou em 3º lugar após ser eliminada por Santo Amaro, que veio a ser a campeã daquela edição, na semifinal.

Hoje, dois anos depois, Eunápolis deu o troco e eliminou a própria Santo Amaro para chegar à inédita decisão e lutar pelo tão sonhado título. Passar pela Seleção de melhor campanha em 2017 deu moral aos eunapolitanos, mas a campanha da equipe em todo o campeonato também é motivo de comemoração.

Em 16 jogo disputados, Eunápolis venceu sete, empatou oito e perdeu apenas um, para Itabela, na quarta rodada. Foram 21 gols marcados e somente seis sofridos. Um saldo positivo de 15 gols e um aproveitamento de 60,4%.

E se Euclides da Cunha tem o goleador Pim a seu favor, Eunápolis tem o paredão Márcio Greick. Reconhecidamente um dos melhores goleiros da história da competição, o capitão da equipe tem números invejáveis. Ele conquistou sete títulos do Intermunicipal e agora busca, pela primeira vez atuando por Eunápolis, o octacampeonato na carreira. O colecionador de títulos foi tetra campeão com a Seleção de Conceição do Coité, entre 2005 e 2008; campeão pela Seleção de Serrinha, em 2009; e bicampeão pela Seleção de São Francisco do Conde, em 2011 e 2012.

Histórico de Jogos

1ª fase
Itamaraju 0 x 1 Eunápolis
Eunápolis 3 x 0 Teixeira de Freitas
Itabela 0 x 0 Eunápolis
Eunápolis 1 x 2 Itabela
Teixeira de Freitas 1 x 5 Eunápolis
Eunápolis 0 x 0 Itamaraju

2ª fase
São José da Vitória 0 x 0 Eunápolis
Eunápolis 4 x 0 São José da Vitória

3ª fase
Eunápolis 3 x 1 Vitória da Conquista
Vitória da Conquista 1 x 1 Eunápolis

4ª fase - Oitavas de Final
Eunápolis 0 x 0 Ipiaú
Ipiaú 0 x 1 Eunápolis

5ª fase - Quartas de Final
Eunápolis 0 x 0 Cachoeira
Cachoeira 1 x 1 Eunápolis
(Pênaltis - 3 x 4)

6ª fase - Semifinal
Eunápolis 1 x 0 Santo Amaro
Santo Amaro 0 x 0 Eunápolis

Euclides da Cunha e Eunápolis se enfrentam na partida de ida da decisão às 15h do próximo domingo (26), em Eunápolis. O confronto de volta, quando será conhecida a campeã inédita acontecerá no dia 10 de dezembro, também às 15h, em Euclides da Cunha.

Do Portal FBF/Fotos: Geovan Santos / Ligeirinho no Esporte

Nenhum comentário: