Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Profecias de Nostradamus para 2018: guerra mundial e terremotos

Com a aproximação do ano de 2018 muitas pessoas começam a se lembrar do famoso vidente francês Nostradamus que previu uma guerra mundial e o desaparecimento de Israel para este ano.

De acordo com o portal Liban 24, que publica algumas das profecias, esperam-se terríveis acontecimentos que podem mudar o mundo.
"Haverá desastres naturais e muitas nações do mundo enfrentarão mudanças", indicou o portal, acrescentando que as profecias de Nostradamus se referem à chegada ao poder de Trump, à sua política de imigração e à sua relação com a destruição de Israel.
De acordo com o autor do artigo, publicado no portal Nostradamus, "uma república da cidade grande" – interpretada como os Estados Unidos - vai ser envolvida em grandes operações militares, o que explica aquilo que aconteceu na Síria.
O vidente francês previu o início da Terceira Guerra Mundial, revelando que um conflito grande vai se desencadear neste período. Ele falava de uma grande guerra que causaria um número imenso de mortes, crimes e danos, mas anunciou que esta vai terminar em 2025.
Nostradamus falou também de inundações e terremotos invulgares, que vão afetar várias regiões do mundo, incluindo a China.  "Os desastres naturais, tempestades e ciclones vão acontecer na China, no Japão e na Austrália e a Rússia vai enfrentar terremotos", recorda o portal.
Ele também previu problemas na economia mundial e pode ter advertido sobre o problema da destruição de florestas e buracos na camada de ozônio dizendo que "os raios do sol queimarão a Terra, o céu vai se abrir e campos serão queimados". 
Do Portal Ailton Pimentel, com informações da Sputnik News Brasil. 

Nenhum comentário: