Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Cruzeiro vende Diogo Barbosa ao Palmeiras por R$ 19 milhões

Diogo Barbosa não ficará no Cruzeiro para 2018. O atual presidente da Raposa, Gilvan de Pinho Tavares, acertou, nesta terça-feira, a venda do lateral-esquerdo para o Palmeiras. O valor, segundo informação, é de R$ 19 milhões. Deste, o clube azul ficará com cerca de R$ 4 milhões.
A negociação foi concretizada nesta terça-feira após encontro de Gilvan de Pinho Tavares com representantes do Banco BMG e com a diretoria do Palmeiras. Deste valor de R$ 19 milhões, cerca de R$ 12 milhões serão pagos pelo clube paulista ao investidor que detinha 75% dos direitos econômicos de Diogo Barbosa.
O futuro presidente da Raposa, Wagner Pires de Sá lamentou a decisão de venda do lateral. “O Diogo era um jogador importante, que o Mano Menezes contava com ele para a Libertadores. Mas por uma decisão do atual presidente, Gilvan de Pinho Tavares, ele optou em não comprar os direitos econômicos do atleta e o vendeu para o Palmeiras”, disse ao SuperFC.
“Vale ressaltar que a gente tinha conseguido já investidores para comprar 50% dos direitos econômicos do Diogo Barbosa junto ao BMG. Já tínhamos um acordo verbal com os representantes do Banco. Porém, o Gilvan se reuniu com os dirigentes e preferiu vender. Por questão ética, eu ainda não assumi a presidência oficialmente, acatei a decisão do Gilvan”, acrescentou Wagner Pires de Sá.
O Cruzeiro detinha 25% dos direitos econômicos de Diogo Barbosa. O clube desejava comprar mais 25% por 1 milhão de euros. Porém, após proposta oficial do Palmeiras, por 4.5 milhões de euros apresentada diretamente ao BMG, a atual diretoria celeste optou em vender sua porcentagem do atleta. Além disso, o clube celeste fica livre de pagar as parcelas finais da contratação do lateral ao Banco, em torno de R$ 700 mil cada.
Desta forma, o Cruzeiro aceitou vender os seus 25% por pouco mais de R$ 4 milhões ao Palmeiras, que terá, em 2018, 100% dos direitos econômicos de Diogo Barbosa. 
Do Portal Interior da Bahia, com informações do jornal O Tempo

Nenhum comentário: