Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Lúcio tinha chaves do ‘bunker’ de Geddel, afirma dono do apartamento

Foto: Lúcio Bernardo Junior/ Câmara dos Deputados
Foto: Lúcio Bernardo Junior/ Câmara dos Deputados
O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), tinha a chave do “bunker” onde foram encontrados R$ 51 milhões. 

A informação foi dada em depoimento à Polícia Federal pelo dono do imóvel, Sílvio Silveira, em 5 de setembro. Lúcio foi alvo de uma operação da PF, deflagrada na manhã desta segunda-feira (16). “Que considerando a amizade (que tem com Lúcio), o declarante concordou prontamente (com o pedido de Lúcio para emprestar o apartamento), chegando à unidade 202 juntamente com Lúcio para lhe mostrar o apartamento e lhe entregar a chave”, contou Silveira, de acordo com o jornal O Globo. 

Ainda no mesmo dia, Patrícia Santos Queiros, que administra o condomínio onde fica o apartamento, disse já ter visto Sílvio pedir vantagens aos irmãos. “Que Sílvio tem alguma relação com os irmãos não sabendo se apenas profissional ou de amizade, que o que já viu foi Sílvio ligando para os irmãos para, por exemplo, pedir que vias sejam pavimentadas em acessos a empreendimentos que as empresas do grupo do qual Sílvio faz parte fizeram a construção”, relatou. 

Patrícia afirmou ainda que, pelo que tem conhecimento, não havia “qualquer tipo de cobrança de aluguel pelo empréstimo do imóvel”. Outro fator que liga Lúcio ao imóvel é uma fatura encontrada no apartamento. O documento estava em nome de Marinalva Teixeira de Jesus, empregada doméstica dele. Também foram encontradas no local digitais de Job Ribeiro Brandão, secretário parlamentar lotado no gabinete de Lúcio. 

A operação que ocorreu nesta manhã cumpriu mandados de busca e apreensão no gabinete do deputado na Câmara, e Brandão também foi um dos alvos. A ação investiga os indícios de ligação entre Lúcio e o bunker.

Do Portal Notícias de Santaluz

Nenhum comentário: