BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Confira quem são os goleadores do Intermunicipal 2017

O Intermunicipal 2017 tem sido marcado pelo equilíbrio entre as Seleções participantes. A diferença entre primeira e a quarta colocadas da classificação geral, por exemplo, é de apenas dois pontos.
 
Mas, o equilíbrio não resume apenas aos números das classificadas para as quartas de final. Na briga pela chuteira de ouro da maior competição de futebol amador do país, o panorama é semelhante.
 
Hoje, ao final de 12 rodadas, três jogadores dividem a artilharia. Pim, de Euclides da Cunha; Vinicius, de Guanambí; e Tiuí, de Itabela, lideram a corrida com dez gols marcados cada.

Pim, goleador da Seleção de Euclides da Cunha (Foto: Portal Cival Anjos)
 
Porém, os artilheiros são seguidos de perto por pelo menos 11 concorrentes com chances de se tornar o "homem gol" do campeonato. Dos três primeiros ao oitavo da disputa, a diferença é de apenas dois gols.
 
Pim, de Euclides da Cunha tem a seu favor a experiência o status alcançado de  maior artilheiro da história do Intermunicipal. Vinicius, com os mesmos dez gols do concorrente, é o candidato mais desfavorecido, já que sua Seleção, Guanambí, já foi eliminada do certame.
 
Mas, Tiuí, de Itabela, também com dez marcados, promete brigar até o fim pela chuteira de ouro. Com um gol a menos está o já famoso goleador Marcelo Humberto. Não menos experiente do que Pim, o artilheiro de Cachoeira é tetra campeão da artilharia da competição. Ele faturou os troféus nos anos de 2015 e 2014, por Santo Amaro; em 2011, por Santaluz; e 2002, por Valença.
 
Ao lado de Marcelo, também com nove gols, está o destaque de Camamú, Eid. Já com oito gols marcados e vivos na disputa estão Rafael, de Eunápolis; Jeas, de Porto Seguro; e Netinho, da líder na classificação geral, Santo Amaro.

Marcelo Humberto, goleador da Seleção de Cachoeira (Foto: Carlos Santana / FBF)
 
Ainda brigam pela artilharia, mesmo com uma distância um pouco maior, os atletas Dedeu (Camamú) e Kaká (Santo Amaro), ambos com seis gols assinalados; Chorinho (Cachoeira), Ley (Eunápolis) e André Paulista (Porto Seguro), com cinco gols marcados; e Igão (Camamú), com quatro gols.
 
Não se pode deixar de registrar, apesar do quadro complicado na disputa, aqueles que balançaram as redes pelo menos em uma oportunidade e têm suas Seleções vivas na luta pelo título. São eles Noé (Cachoeira-3 gols); Bambam e Max (Euclides da Cunha-3 gols); Paulinho (Itabela-3 gols); Iuri (Porto Seguro-3 gols); Pelezinho (Santo Amaro-3 gols); Julinho e Pitoco (Euclides da Cunha-2 gols); Ninho (Eunápolis-2 gols); Jocellio e Maxwell (Itabela-2 gols); Bruneco (Porto Seguro-2 gols), Elton e Balotelli (Santo Amaro-2 gols); Del Bala, Cabuçu e Nininho (Valente-2 gols); Dhone, Cabeça, Jerry e Luís (Cachoeira-1 gol); Alcir, Balada, Rafael e Ruan (Camamú-1 gol); Elvis, Gilmar, Garjão e Joaquim (Euclides da Cunha-1 gol); Alberte, Ganso, Fabinho e Tiago (Eunápolis-1 gol); Alex Júnior, Felipe, Vivas e Itinha (Itabela-1 gol); Juninho, Dego e Mateus (Porto Seguro-1 gol); Fabricio, Girlan, Iltinho, Paulinho, Rodrigo, Thiago e Willian (Santo Amaro-1 gol); Douglas e Wilas (Valente- 1 gol).
 
Os goleadores foram responsáveis para que as redes fossem balançadas em 616 vezes em 288 jogos realizados até a fase de oitavas de final. A média do Intermunicipal 2017 é de 2,13 gols por partida.
 
Os mandantes marcaram 363 gols, com média de 1,26 por jogo, enquanto os visitantes marcaram 253 gols, com média de 0,87 por confronto.
 
Com tanto equilíbrio na disputa, não dá para apontar favoritos. A única certeza é a de que a batalha pela chuteira de ouro do Intermunicipal promete muita emoção até o fim da competição.
 
 
Do Portal FBF/Foto capa: Geovan Santos / Ligeirinho no Esporte

Nenhum comentário: