BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Sobe para 90 o número de mortos em terremoto no México

Familiares choram diante de casa destruída em Union Hidalgo
 - STRINGER / REUTERS
Subiu para 90 o número de mortos pelo terremoto que atingiu o México na última quinta-feira. O dado foi atualizado após o governador de Oaxaca, Alejandro Murat, relatar 71 mortes somente no estado.

A informação foi divulgada Secretaria de Proteção Civil de Oaxaca pelo Twitter. O governo mexicano também confirmou 200 feridos desde o dia do terremoto, que gerou alerta de tsunami na região. Com profundidade de 19 quilômetros, o epicentro foi a 137 quilômetros a sudoeste da cidade de Tonalá, no estado sulista de Chiapas, onde foi declarado emergência.

Ao menos 190 réplicas de tremor ocorreram desde então, sendo a mais forte delas de 6,1, segundo o Serviço Sismológico Nacional mexicano. Por conta do terremoto, o Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico emitiu um alerta de possíveis ondas de até quatro metros de altura nos países do México, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Honduras e Equador.

De acordo com a secretária do Colégio de Geólogos da Espanha, Nieves Sánchez Guitián, o terremoto liberou uma energia equivalente à explosão de 32 mil bombas atômicas como Hiroshima ou de 416 milhões de toneladas de dinamite.
Equipes de resgate trabalharam noite a dentro nas áreas mais afetadas para checar por pessoas soterradas em prédios que desmoronaram. 

O governo acionou 1.842 soldados nas principais zonas afetadas de Chiapas e Oxaca. A cidade de Puerto Madero foi esvaziada por alerta de tsunami. O governo do Equador ordenou o esvaziamento de quatro ilhas de Galápagos, incluindo Isabela, a maior do arquipélago.

Do Portal JANV/Fonte: O GLOBO

Nenhum comentário: