BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

domingo, 17 de setembro de 2017

Bahia perde para o Cruzeiro e pode entrar no Z-4

A luta continua, e o sofrimento também. O Esporte Clube Bahia até deu indícios de que poderia voltar de Minas Gerais com os três pontos na bagagem, porém, faltou sorte e capricho para aproveitar as chances criadas no primeiro tempo quando dominou os mandantes e mandou em campo, MAS, como diz o ditado, "quem não faz, toma", e desta forma se concretizou mais uma derrota do Tricolor na Série A, ao perder por 1 x 0, com gol do zagueiro Léo, minutos depois do goleiro Jean pegar um pênalti, acumulando o terceiro jogo consecutivo sem vencer e se atrapalhando ainda mais na competição. 

Este é o SÉTIMO revés como visitante do Bahia, que só venceu duas vezes (Ponte e Atlético-MG) além de 4 empates. Aproveitamento pífio e que reflete a péssima campanha da equipe no Brasileiro.

Com o resultado negativo, o Bahia paralisa na porta do Z-4 com 27 pontos, mesma pontuação do São Paulo, porém, o Esquadrão corre sérios riscos de terminar a rodada dentro da ZONA, para isso basta o Coritiba vencer ou até empatar com o Palmeiras na segunda-feira. Na próxima rodada, o Esquadrão volta a jogar em Salvador e no próximo domingo encara o Grêmio, às 19h, na Arena Fonte Nova.

O JOGO

Primeiro tempo interessante do Bahia que mandou em campo, armou um ferrolho com as linhas bem compactadas, não permitindo os avanços do Cruzeiro, e se aproveitou da desatenção cruzeirense para contra-atacar com rapidez. O Esquadrão teve mais posse de bola (57%) e criou as melhores chances, exigindo bastante do goleiro Fábio, responsável pelo placar zerado na etapa inicial com grandes defesas. Rodrigão, Mendoza, Tiago todos tiveram oportunidades de balançar as redes, mas foi de Vinícius a melhor chance, no entanto, faltou capricho nas finalizações. Lá atrás, Jeanzinho pouco trabalhou e só foi de fato ameaçado uma única vez.

As chances desperdiçadas no 1º tempo fizeram falta na etapa final. O Cruzeiro equilibrou e passou a tomar conta do jogo. Aos 5 minutos, teve grande chance de abrir o placar após pênalti INFANTIL cometido por Rodrigão que claramente empurrou o jogador cruzeirense, no entanto, Jean defendeu a cobrança de Thiago Neves. 

O penal defendido foi um alento para o time do descontrolado Preto Casagrande que, diga-se, foi expulso de campo pelo juiz e assistiu o gol do Cruzeiro das arquibancadas do Mineirão. Aos 17 minutos, Léo, ao estilo TRATOR, mandou de cabeça para o fundo das redes. Nem a expulsão do volante Lucas Silva aos 38 minutos foi suficiente para despertar o tricolor que não teve mais reação e acabou acumulando nova decepção na Série A, sem falar nas polêmicas naturais, gol discutível e pênalti não marcado, tudo pelo lado tricolor.

Do Portal Futebol Bahiano

Nenhum comentário: