BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Bahia empata com o Atlético-GO e segue na boca do Z-4

Ainda sem apresentar algum avanço na prática com o agora técnico efetivo Preto Casagrande, o Esporte Clube Bahia não fez o seu dever que era recuperar os pontos perdidos na rodada passada dentro de casa para o Botafogo e nesta segunda-feira ficou apenas no empate em 1x1 com o lanterna Atlético-GO (uma das surpresas do 2º turno) no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia, resultado que não ajuda, afinal, mantém o tricolor na rabeta da tabela de classificação, colado na boca do Z-4, em 15º colocado com 27 pontos, apenas um ponto de distância para o primeiro dentro do calabouço que é justamente o Vitória. 
Este foi o QUARTO empate como visitante do Esquadrão, que só venceu DUAS longe de Salvador e perdeu outras SEIS, aproveitamento baixo que contribui decisivamente para o momento ruim que vive o time no Campeonato Brasileiro, em situação ainda delicada e preocupante. O próximo compromisso do tricolor baiano é no domingo, dia 17, novamente longe de Salvador, quando viaja até Minas Gerais para visitar o Cruzeiro, às 19h, no estádio do Mineirão.   

O JOGO
Não foi um 1º tempo agradável de se assistir, porém o resultado premiou a equipe que buscou jogar. O Bahia não apresentou ou criou absolutamente NADA de interessante, em campo um time amarrado, desorganizado, sonolento, sem vontade alguma de praticar futebol e aceitando com certa passividade os avanços do Atlético-GO que entrou em campo querendo jogar bola, definitivamente jogou e foi recompensado merecidamente com um gol aos 32 minutos anotado por Luiz Fernando livre, leve e solto na grande área tendo apenas o trabalho de empurrar para as redes.

O goleiro Jean, no intervalo, resumiu em poucas palavras o que foi o Bahia em campo: "A gente não assustou eles nenhuma vez. É ir para o vestiário, ouvir o que o professor tem para falar e ajustar".

Não sabemos o que Preto disse no vestiário, mas visivelmente foi algo que ao menos despertou o Bahia que retornou para o 2º tempo um pouco menos apático e ainda que dificultado pela retranca do Atlético-GO, encontrou espaço na defesa adversária e na primeira oportunidade igualou o marcador aos 9 minutos com Zé Rafael. A partida seguiu aberta e movimentada até os minutos finais, no entanto, nenhuma das duas equipes mostrou o empenho necessário que pudesse a vir conquistar o triunfo, ainda que o tricolor tivesse criado algumas boas chances com Rodrigão e Edigar Junio, contudo, muito pouco para quem precisava dos 3 pontos para se afastar da zona vermelha.

Do Portal Futebol Bahiano

Nenhum comentário: