Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Adolescente de 17 anos mata namorada de 16 após suspeita de traição

Fernanda foi encontrada morta em matagal na Bahia | Foto: Reprodução
Fernanda foi encontrada morta em matagal na Bahia | Foto: Reprodução
Uma adolescente de 16 anos foi encontrada morta em um matagal no município de Irecê, no norte da Bahia. O principal suspeito do crime, que foi apreendido, é o namorado da vítima, um adolescente de 17 anos. Investigações preliminares apontam que o jovem responsável pela morte estava desconfiado de uma traição. 

A vítima, identificada como Fernanda da Silva Soares, foi assassinada a tiros e pedradas. Ela foi encontrada morta no dia 23 de agosto, três dias após ter sido considerada desaparecida. Fernanda foi localizada em uma região conhecida como “Estrada da Esagri”. 

De acordo com a Polícia Civil, câmeras de um imóvel próximo ao local onde vítima foi encontrada e e o depoimento de uma testemunha, que viu o casal no local do crime, levaram a polícia até o namorado da vítima. Localizado, o adolescente foi encaminhado para a delegacia. Na casa dele, a polícia diz que foram encontradas as roupas usadas no crime. A camisa e a bermuda apresentavam marcas de sangue. O adolescente negou o crime, mas foi apreendido. 

Segundo a delegacia local, foi lavrado um auto de apreensão em flagrante por ato infracional equivalente ao crime de feminicídio. O jovem está sob os cuidados do Ministério Público da Bahia (MP-BA). As roupas apreendidas foram encaminhadas para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). 

A polícia detalhou que, duas semanas antes do crime, o adolescente foi encaminhado à Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac) por ato infracional análogo ao crime de roubo, mas foi liberado após sete dias.

Do Portal NS/Fonte: G1 BA

Nenhum comentário: