Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

domingo, 6 de agosto de 2017

Dramático! Bahia vence o São Paulo e respira na Série A

Finalmente o Bahia voltou a vencer na Arena Fonte Nova, depois de amargar um jejum de CINCO jogos sem triunfar como mandante (3 derrotas e 2 empates), e o ALÍVIO veio na base de muito sofrimento e aflição, principalmente no segundo tempo quando abdicou de jogar futebol. 

No fim, triunfo fundamental por 2x1 em confronto dramático valendo SEIS pontos, com gols de Régis e Mendoza, ambos anotados no 1º tempo. 

Na etapa final, vimos em campo um Bahia medroso e frouxo inicialmente, permitindo ser encurralado pelo São Paulo. O tricolor baiano só acordou nos instantes finais quando criou boas chances de matar o jogo e não aproveitou.

Com o resultado, o Bahia encerra os trabalhos no primeiro turno em 13º colocado com 23 pontos, abrindo novamente 4 pontos do Z-4 e dando uma respirada na tabela da Série A, enquanto o São Paulo segue atolado na ZONA, em 17º com 19 pontos. Agora o foco tricolor é no Atlético-PR, na abertura do 2º turno, domingo, na Arena da Baixada. 

RÉGIS E JEAN: HERÓI E VILÃO!
1º tempo recheado de emoções, muita confusão e bola na rede, mas apenas nos minutos finais quando o Bahia começava a deixar impaciente o seu torcedor e fez logo dois gols num espaço de 3 minutos, o primeiro aos 40 com Rodrigão servindo Régis e o segundo aos 43 com Régis servindo Mendoza, em lances parecidos originando-se de jogadas rápidas e objetivas, destaque para Régis que voltou a praticar um bom futebol e balançar a rede, agora chegando a 12 gols e se isolando ainda mais na artilharia do Esquadrão na temporada. 

Tudo tranquilo e favorável... SQN. Quando a torcida comemorava o placar confortável que levaríamos para o intervalo, eis que surge o "vilão" JEAN, até então sem comprometer, MAS aos 48, mesmo com a cobertura de Tiago, o goleiro resolveu sair do gol de forma estabanada e acabou derrubando Lucas Pratto, para reclamação dos tricolores que não acharam pênalti. Na minha opinião, apesar do arqueiro ter tocado na bola, foi imprudente e fez a falta. Hernanes bateu e converteu para o São Paulo, dando números finais ao 1º tempo que terminou com clima quente e muito bate-boca. 2x1.

HAJA CORAÇÃO!
Obrigado a mexer duas vezes por lesão (Armero e Zé Rafael), Preto ainda sacou Régis para colocar Juninho, isso aos 20 minutos com o jogo aberto, três substituições, reforçando o meio-campo, porém recuando demais o time que cansou em campo e abdicou de jogar futebol permitindo ser encurralado pelo São Paulo na parte inicial e só não empatou por ineficiência do setor de ataque e da raça da defesa tricolor que se virou de todos os jeitos e todas as formas. Por outro lado, o Esquadrão acordou somente nos instantes finais e teve várias oportunidades de matar o jogo no contra-ataque, ainda teve um gol anulado de Allione, mas no final das contas segurou o triunfo FUNDAMENTAL por 2x1.

FICHA TÉCNICA:

Bahia 2x1 São Paulo
Campeonato Brasileiro (19ª rodada)
Local: Arena Fonte Nova - Salvador (BA)
Árbitro: Joao Batista de Arruda - RJ
Assistentes: Luiz Claudio Regazone - RJ e Eduardo de Souza Couto - RJ
Público: 24.517 torcedores (24.082 pagantes)
Renda: R$ 667.377,00

GOLS: 
Bahia: Régis (40min 1T) e Mendoza (43min 1T)
São Paulo: Hernanes (48min 1T)

Cartões Amarelos: Jean, Eduardo, Tiago e Régis (Bahia). Marcinho e Cueva (São Paulo)

BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Armero (Juninho); Renê Júnior, Edson, Zé Rafael (Allione) e Mendoza; Régis (Juninho) e Rodrigão. Técnico: Preto Casagrande

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Arboleda, Éder Militão e Edimar (Júnior Tavares); Jucilei (Marcos Guilherme), Petros, Hernanes e Cueva; Marcinho (Brenner) e Pratto. Técnico: Dorival Junior

Do Portal Futebol Bahiano

Nenhum comentário: