BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Dois moradores de Santaluz são presos e outros dois apreendidos após estupro coletivo no norte da Bahia

Homens foram presos após estupro coletivo (Foto: Divulgação/Polícia Civil
Dupla foi presa e outros dois adolescentes foram apreendidos após estupro coletivo no norte da Bahia | Foto: Divulgação/Polícia Civil
Dois moradores de Santaluz foram presos e outros dois adolescentes foram apreendidos em uma ação conjunta das polícias Civil e Militar na cidade de Ibititá, no norte da Bahia. Eles são acusados de participar do estupro coletivo de uma mulher de 35 anos. 

De acordo com informações da Polícia Civil, José Maicon de Jesus Lima e José Romildo de Jesus, ambos de 19 anos, e dois adolescentes, de 17 anos, foram localizados em uma propriedade rural após a vítima ter procurado a delegacia da cidade para denunciar o caso. Ainda segundo a polícia, na delegacia, a vítima reconheceu todos eles.

Conforme a polícia, o crime ocorreu na madrugada de segunda-feira (7), no povoado de Lagoa do Leite, quando a vítima saiu de uma festa acompanhada de um dos acusados. Segundo a mulher informou à polícia, eles estavam sozinhos, por volta das 4h da madrugada, quando os outros três acusados surgiram no local. De acordo com a polícia, a mulher, que é portadora de necessidades especiais, disse que foi imobilizada, amarrada e estuprada pelo grupo. 

José Maicon e José Romildo – que é natural de Araci, mas residia atualmente em Santaluz – foram autuados em flagrante por estupro e corrupção de menores pelo delegado Ernandes Júnior, titular da delegacia de Ibititá, e levados para o complexo policial de Irecê, onde permanecem à disposição da Justiça. O delegado solicitou ainda que a prisão em flagrante fosse convertida em preventiva. Já os dois adolescentes foram encaminhados ao Ministério Público para adoção das medidas cabíveis. 

Conforme a polícia, o grupo chegou há pouco tempo na cidade, e estava trabalhando na lavoura de sisal. Segundo informações da polícia, pelo menos dois dos acusados, entre eles um dos adolescentes, são suspeitos de praticar vários furtos na região de Santaluz e Araci.

Notícias de Santaluz

Nenhum comentário: