Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Relator de denúncia contra Temer é investigado por suposto esquema de compra de votos em 2014

O deputado Sergio Zveiter, escolhido pela CCJ da Câmara dos Deputados como relator do processo de denúncia contra o presidente Michel Temer, fala à imprensa Foto: Wilson Dias/EBC/FotosPúblicas
O deputado Sergio Zveiter, relator do processo de denúncia contra o presidente Michel Temer | Foto: Wilson Dias/EBC/FotosPúblicas
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) investiga o deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) por participação em um suposto esquema de compra de votos nas eleições de 2014. 

O peemedebista é relator da denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. De acordo com o Estadão, a Procuradoria Regional Eleitoral pediu a abertura do inquérito depois que o empresário Paulo Henrique Almeida foi autuado em flagrante em São Fidelis, no norte fluminense, e preso sob acusação de compra de votos. 

O empresário disse que atuava para o deputado estadual Thiago Pampolha (PDT), que se diz inocente. Zveiter foi envolvido no caso depois de uma busca a endereços ligados a Almeida, em que a polícia encontrou 5.501 santinhos eleitorais, cópias de títulos de eleitor e R$ 1.189. 

Uma investigação sobre o mesmo episódio inocentou Pampolha, mas o inquérito do TRE sobre a participação de ambos continuou. Segundo o Estadão, em fevereiro deste ano juízes do TRE entenderam que o inquérito deveria ser enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), já que se tratava de um deputado federal. Zveiter entrou com recurso e pediu o arquivamento da investigação. 

Em junho, o vice-procurador-geral eleitoral Francisco de Assis Vieira Sanseverino pediu o prosseguimento do inquérito no TRE e seu envio ao Supremo. Agora o recurso e a manifestação estão no gabinete do ministro Luiz Fux.

Do Portal NS

Nenhum comentário: