Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sábado, 1 de julho de 2017

Contribuindo na construção de cursos de formação para radialistas

 
O SINTERP/BA contribuiu, também, na construção de cursos de formação para Radialistas no estado, como o da UNEB de Conceição do Coité e o da Faculdade Jorge Amado, em Salvador, que fornecem ensino superior. Além disso, foram criados  os cursos técnicos da ETEBA (Escola Técnica da Bahia) e do ITEP (Instituto Técnico de formação Profissional). 

O curso de Produção Audiovisual da Jorge Amado, que forma tecnólogos, também é destaque . O sindicato teve papel preponderante na criação e no estabelecimento desses cursos no estado. O curso da UESC (Universidade Estadual de Santa Cruz), em Ilhéus, já existia e os Radialistas sem Registro foram muito incentivados pela entidade de classe para participarem dele e regularizarem sua situação.

O impedimento da obtenção do Registro Profissional através de carta do sindicato (atestado de capacitação) tornou-se procedimento normal no estado, devido à atuação dos últimos diretores.  Nos últimos seis anos, a Bahia foi o único estado do país que só encaminha e fornece Registro Profissional para Radialista através de formação por curso técnico, tecnólogo ou superior.  

Cursos foram criados no estado   para que isso pudesse ocorrer e a Bahia é pioneira em fornecimento de Registros legalizados, com profissionais qualificados. Além disso,  houve o impedimento dos cursos fantasmas, que aconteciam no final de semana ou duravam , no máximo três dias. Era uma formação de faz de conta, somente com o objetivo de permitir aos alunos que tirassem seu Registro Profissional sem ter nenhuma qualificação, denegrindo a imagem da categoria e jogando no mercado de trabalho profissionais pouco gabaritados.

Do Portal Sinterp-Ba

Nenhum comentário: