Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Ciro é candidato a presidente ‘com nome e sobrenome’

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, divulgou um vídeo nas redes sociais para reiterar que Ciro Gomes é o candidato natural do partido a presidente da República em 2018. Além disso, o dirigente da sigla afirmou que a sigla já tem candidatos a governador em 17 Estados do país e chamou os militantes a discutirem uma nova forma de fazer política para recuperar a credibilidade com a sociedade.
“Nós já temos um candidato abstente com nome e sobrenome: Ciro Gomes. Em 17 Estados da federação já temos candidato a governador e estamos trabalhando para chegar ao máximo até a eleição de 2018”, disse Lupi. O vídeo foi divulgado pelo partido na internet. O presidente do PDT destacou que a prioridade da legenda é discutir ideias e eleger a educação como prioridade para um projeto partidário.
Sem fazer referência direta ao presidente Michel Temer (PMDB), Lupi afirmou que o país enfrenta um “momento muito difícil” com “casos graves de investigação na Polícia Federal e no Ministério Público”. O presidente da sigla afirmou que o partido precisa se afastar da imagem negativa ligada à corrupção e apresentar-se como alternativa no próximo ano.
Lupi afirmou que é preciso mudar o ciclo político, que, segundo ele, está se transformando em um “topa tudo por dinheiro”. “Ou nós começamos a compreender, como instituição partidária que tem história e causa, que precisamos defender teses, assumir teses fortes para recuperar a credibilidade com a sociedade, ou vamos ficar igual aos 34, 35 partidos que existem no Brasil, onde qualquer método vale para alcançar o poder”, declarou.
Para 2018, o presidente do PDT afirmou que é importante “fazer uma campanha limpa” e não se comprometer com “estrutura financeira nenhuma e trabalhar com ideias”. Ele disse que o dinheiro deve ser “secundário” no pleito eleitoral.
Nessa quarta, o PDT foi um dos partidos citados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a construção de um bloco de esquerda progressista para 2018, ao lado do PT, do PSB e do PCdoB. 
Do Portal Interior da Bahia, com informações da Agência Estado

Nenhum comentário: