Berg da Aragom

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

domingo, 30 de julho de 2017

Bahia paga novo vexame e perde para Sport-PE na Fonte

Mesmo enfrentando um Sport-PE desconfigurado e sem os seus principais jogadores, o seja quase um time B, o Esporte Clube Bahia não se aproveitou desse facilitador (na teoria) e pagou novo vexame dentro da Arena Fonte Nova ao ser derrotado pelo placar de 3x1 na tarde deste domingo, vendo o tabu de 28 anos sem perder para o adversário em Salvador ser derrubado e o jejum de 4 jogos do tricolor sem vencer como mandante na Série A ser aumentado para 5, a última vez no dia 8 de junho quando venceu o Cruzeiro. 

O resultado vergonhoso e preocupante mantém o Bahia rondando a zona cinzenta (em 14º com 19 pontos, podendo cair mais um degrau) e agora terá que recuperar os pontos perdidos fora de casa diante da Chapecoense. 

FUTEBOL POBRE
Primeiro tempo de um futebol pobre do Bahia e de muitas vaias (merecidas) do torcedor. Em campo, um time irreconhecível, sem criatividade e com erros defensivos grotescos, os dois laterais mais perdidos que azeitona em boca de banguelo e o setor de criação improdutivo. O único lance de "perigo" aconteceu aos 41 minutos com Renê Júnior tentando uma bicicleta, mais ao estilo velotrol. Fora isso, nada que se tirasse proveito. Parecia que o tricolor quem estava sem seis titulares, e não o Sport-PE que mesmo desfalcado foi eficaz para abrir o placar aos 18 minutos com Everton Felipe em falha bisonha de Mendoza que tentou sair jogando de calcanhar e entregou o ouro. 

O Bahia voltou para o segundo tempo sem o apagado Régis Souza, com Juninho no meio e Matheus Sales na lateral-direita. O ritmo melhorou e o jogo ganhou outra dinâmica. O Esquadrão despertou, e ainda que Régis seguisse cochilando em campo e Mendoza protagonizando lances bizarros, foi buscar o empate aos 13 minutos com Rodrigão aproveitando cruzamento de Matheus Sales. Quando parecia emplacar uma reação, a defesa voltou a vacilar e permitiu o segundo do Sport-PE, marcado por Ronaldo Alves. O time sentiu o gol e entrou em desespero, não conseguiu se impôr e ainda viu o Leão Pernambucano carimbar a trave, o goleiro Jean praticar duas defesas difíceis e o atacante Reinaldo Lenis marcar o terceiro passando a régua e fechando a conta em 3x1. Ao término, o coro de FORA JORGINHO nas arquibancadas. 

Na próxima rodada, o Bahia viaja para um jogo de SEIS pontos na Arena Condá onde enfrenta a Chapecoense, 19h30, na quarta-feira, pelo penúltimo jogo do 1º turno do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 1X3 SPORT-PE
Campeonato Brasileiro (17ª rodada)
Local: Arena Fonte Nova - Salvador (BA)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)

GOLS
Bahia-BA: Rodrigão 13' 2T
Sport-PE: Everton Felipe 18' 1T, Ronaldo Alves 20' 2T e Lenis 46' 2T

Cartões Amarelos: Juninho, Patrick, Ronaldo Alves, Thomás e Lenis (Sport-PE). Vinícius (Bahia)

BAHIA: Jean; Régis Souza (Juninho), Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Renê Junior, Matheus Sales e Régis (Vinícius); Zé Rafael, Mendoza (Ferrareis) e Rodrigão. Técnico: Jorginho

SPORT-PE: Magrão; Raul Prata, Henríquez, Ronaldo Alves e Sander; Patrick, Rodrigo (Fabrício) e Everton Felipe; Juninho (Índio), Lenis e Thomás (Sander). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Do Portal Futebol Bahiano

Nenhum comentário: