Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Apresentado, Rodrigão se coloca à disposição para estrear no Bahia

Apresentado nesta sexta-feira (7) como novo reforço do Bahia, Rodrigão não escondeu a ansiedade para estrear logo pelo clube. O Atacante, contratado junto ao Santos já se colocou à disposição de Jorginho para enfrentar o Fluminense, no domingo (9), na Arena Fonte Nova.
 
"Pode contar comigo a qualquer hora. Tem jogo no domingo. Se for para estar no jogo, estarei. Darei a vida dentro de campo para ajudar o Bahia. Se depender de mim, estarei lá para defender o Bahia", disse ainda a espera da sua regularização.
 
Baiano de Belmonte, o jogador iniciou a carreira em competições amadoras, como o Campeonato Intermunicipal e torneios municipais. Mas, o esquadrão será seu primeiro clube profissional na Bahia.
 
"Coisa engraçada. Nunca passei por aqui. Virei profissional em Minas, no Democrata-MG, de Governador Valadares. Vi muito o Bahia jogar. Quando o Bahia jogou em 2007, em Belmonte, na pré-temporada, eu estava assistindo ao Bahia de cima do muro. Hoje, para você ver como o mundo da bola é pequeno, estou aqui no Bahia, para defender as cores do Bahia", comentou.
 
O atleta, de 23 anos, também lembrou uma história com o atacante Fafá, de quem é amigo e assistiu um jogo contra o próprio Bahia. "Em 2007, eu não era profissional. Virei profissional em 2014, no Democrata. Quando o Bahia fez a pré-temporada, tinha um amigo meu que jogou, era o Fafá. Ele perdeu um pênalti contra o Bahia em 2007. Para mim aquilo era incrível. O sonho de qualquer garoto é jogar no profissional. Em 2007, quando vi o Bahia, era uma pressão muito grande. Depois de dez anos, olha onde estou, defendendo as cores do Bahia".
 
Perguntado se já chega com expectativa de ser titular, Rodrigão mostrou humildade e admitiu que terá concorrência. "Em qualquer lugar que se vai tem concorrência. Me destaquei bastante no Campinense, de lá fui para o Santos. Se pegar os números de todos os jogos que fiz no Santos, fui bem, ajudei a equipe. Quando cheguei no Santos, no meio do ano, mostrei meu futebol, ajudei a equipe, e fomos vice-campeões. Depois iniciei a temporada muito bem, mas acontecem algumas coisas no futebol. Então, agora estou aqui no Bahia e vim mostrar meu trabalho", encerrou.
 
Do Portal Galáticos Online/Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia 

Nenhum comentário: