Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Lula diz que já provou inocência e pede fim da ‘palhaçada’ das acusações contra ele

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que já provou sua inocência e pediu o fim da “palhaçada” das acusações contra ele. A declaração foi dada nesta quinta-feira (1º), ao discursar na abertura do 6º Congresso Nacional do PT, em Brasília. 

O ex-presidente pediu que os correligionários não se preocupem com seu “problema pessoal” e sugeriu que o Ministério Público prove sua culpa. “Eu e Dilma temos até conta no exterior. Eu nem sabia que ela tinha e ela não sabe que eu tenho. Um canalha diz que fez uma conta pra mim e uma para a Dilma, mas que está no nome dele. E ele mexe com a grana. Então, é o seguinte: chegou o momento de parar com a palhaçada neste país. Este país não comporta mais viver nessa situação de achincalhamento, e o Partido dos Trabalhadores tem de dar uma resposta clara para a sociedade”, declarou. 

De acordo com o G1, Lula disse que 2018 está “logo aí” e só depende da esquerda se preparar para voltar a governar o país. “O que a gente tem que avaliar não é o que deixou de fazer, porque a gente deixou de fazer muita coisa, mas nunca ninguém fez tanto como nós”, reforçou. 

Lula ainda aproveitou a ocasião para criticar o atual presidente Michel Temer, dizendo não ser possível imaginar que o Brasil conseguirá resolver os problemas com alguém “ilegítimo” no poder. 

O congresso do PT seguirá até este sábado (3) e deverá eleger o novo presidente nacional da legenda. Até esta quinta, havia três candidatos: os senadores Gleisi Hoffmann (PR) e Lindbergh Farias (RJ) e José de Oliveira, ligado ao movimento negro.

Do Portal NS/Foto: Ricardo Stuckert

Nenhum comentário: