BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Bahia volta a brilhar e derrota o Cruzeiro na Fonte Nova

Havia certa expectativa se o Esporte Clube Bahia manteria hoje à noite a mesma performance positiva contra o Cruzeiro, afinal, se na segunda-feira se encontrou com o último colocado do campeonato e sem tradição venceu e convenceu, enquanto hoje, enfrentaria um tetracampeão brasileiro e coberto de estrutura e orçamento que o coloca na lista dos grandes clubes do futebol nacional. 

No entanto, o tratamento foi exatamente igual. O tricolor mostrando que vai se consolidando dentro da competição, não teve é verdade, as mesmas facilidades do jogo anterior, sofreu pressão do 2ª tempo, ainda mostrou deficiência naturais, mas, no entanto, outra vez fazendo uma boa partida no geral, derrotou o time mineiro pelo placar clássico de 1 x 0, com Edgar Junio marcando aos 17 minutos do primeiro tempo escorando de cabeça cruzamento de Allione. 

Com o resultado, o tricolor de aço, contabiliza nove pontos, obra e fruto de três triunfos em sequência dentro da Arena Fonte Nova, além disso, entrou na zona dos classificados considerando o momento para a Copa Libertadores.

O primeiro começou com sinais de que o Bahia manteria a mesma pegada dos últimos jogos na Arena Fonte Nova, ter posse de bola e transição ofensiva rápida orientação de Jorginho, no entanto, um lance aos 9 minutos colaborou para que essa superioridade fosse estabelecida dentro de campo e favoreceu o tricolor com a expulsão do volante improvisado de zagueiro Henrique, que parou Edigar Junio com falta sendo o último homem. 

Chapa vermelha direta, como manda o regulamento. O Esquadrão aproveitou a superioridade numérica para pressionar e não demorou muito para abrir o placar com Edigar Junio aos 17 e por pouco não aumentou com Juninho carimbando o travessão em cobrança de falta. O Cruzeiro, por sua vez, teve dificuldades na saída de bola, mas, apesar da expulsão chegou com perigo algumas vezes. A melhor oportunidade da Raposa aconteceu aos 35 em finalização de Robinho e ótima defesa de Jean no susto.

O Cruzeiro foi muito superior no segundo tempo, apesar da inferioridade numérica, conseguiu ajustar a marcação levou perigo ao Bahia que voltou do intervalo acomodado e sem a pegada de antes e o jogo ganhou novos contornos e o Cruzeiro mesmo com menos UM jogador, pressionou, assustou e por pouco não empatou o jogo graças ao pé salvador do lateral Matheus Reis após chute de Tiago Neves. 

O Bahia ainda colocou bola da trave, equilibrou a partida que se tornou aberta, MAS ao final dos 90 minutos e seu quebrados deu Bahia outra vez para alegria e satisfação do torcedor tricolor que mais uma vez volta para casa comemorando um triunfo importante do tricolor.

Agora o tricolor arruma as malas e outra vez será a estrela da SEGUNDA-FEIRA de futebol atendendo o espaçamento da tabela de jogos atendendo os interesses da TV, dona dos direitos de transmissão. O tricolor vai encarar o Grêmio, talvez o adversário de maior expressão no atual estágio da competição. Hoje à noite, o adversário tricolor mesmo atuando na Arena Condá, aplicou uma goleada de 6 x 3 na Chapecoense e agora com 12 pontos é o vice-líder da competição um ponto atrás do líder, o Corinthians.

Do Portal Futebol Bahiano

Nenhum comentário: