Prêmio Fama

Prêmio Fama

Lucas Chicabana

Lucas Chicabana

BERG ARAGOM NOVO

BRASILGÁS

BRASILGÁS

Banner do Futsal Barbarense

Banner do Futsal Barbarense

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Pais são presos suspeitos de matar bebê de 2 meses e dormirem ao lado do corpo da criança na Bahia

Casal foi preso suspeito de matar bebê de dois meses na Bahia (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)
Casal foi preso suspeito de matar bebê de dois meses na Bahia | Foto: Reprodução/TV Santa Cruz
Um casal foi preso em flagrante nesta quarta-feira (19) suspeito de matar o próprio filho, um bebê de dois meses de idade, asfixiado e ainda dormir ao lado do corpo da criança no município de Itamaraju, localizado na região sul da Bahia. 

A informação foi divulgada ao G1 pela Polícia Civil do município. Segundo a polícia, o crime ocorreu por volta das 23h de terça-feira (18) na residência do casal Leandro Silva Santos e Fabiana Rosa de Jesus. 

A Policia Civil informou que esteve no local com o Departamento de Polícia Técnica (DPT), na manhã desta quarta, após vizinhos terem denunciado a morte do bebê. Na residência, segundo a polícia, os agentes constataram que a criança apresentava sinais de violência no pescoço. 

Além disso, a outra filha do casal, de dois anos de idade, estava com queimaduras em todo o corpo. Conforme a polícia, em depoimento, a mãe do bebê morto apresentou duas versões. 

Primeiro, disse que o companheiro tinha matado a criança após uma briga com ela na noite de terça por ciúmes e por achar que a criança não era filho dele. Depois, segundo a polícia, a mulher voltou atrás e disse que a criança morreu depois de se engasgar com leite após ela ter a amamentado. 

Também em depoimento, conforme a polícia, Leandro negou a autoria do crime e não soube explicar como a criança morreu. A Polícia Civil informou, ainda, que os pais vão permanecer presos e poderão responder pelos crimes de homicídio qualificado, omissão de socorro, maus tratos e lesão corporal.

Do Portal NS

Nenhum comentário: