BRASILGÁS

BRASILGÁS

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Pais são presos suspeitos de matar bebê de 2 meses e dormirem ao lado do corpo da criança na Bahia

Casal foi preso suspeito de matar bebê de dois meses na Bahia (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)
Casal foi preso suspeito de matar bebê de dois meses na Bahia | Foto: Reprodução/TV Santa Cruz
Um casal foi preso em flagrante nesta quarta-feira (19) suspeito de matar o próprio filho, um bebê de dois meses de idade, asfixiado e ainda dormir ao lado do corpo da criança no município de Itamaraju, localizado na região sul da Bahia. 

A informação foi divulgada ao G1 pela Polícia Civil do município. Segundo a polícia, o crime ocorreu por volta das 23h de terça-feira (18) na residência do casal Leandro Silva Santos e Fabiana Rosa de Jesus. 

A Policia Civil informou que esteve no local com o Departamento de Polícia Técnica (DPT), na manhã desta quarta, após vizinhos terem denunciado a morte do bebê. Na residência, segundo a polícia, os agentes constataram que a criança apresentava sinais de violência no pescoço. 

Além disso, a outra filha do casal, de dois anos de idade, estava com queimaduras em todo o corpo. Conforme a polícia, em depoimento, a mãe do bebê morto apresentou duas versões. 

Primeiro, disse que o companheiro tinha matado a criança após uma briga com ela na noite de terça por ciúmes e por achar que a criança não era filho dele. Depois, segundo a polícia, a mulher voltou atrás e disse que a criança morreu depois de se engasgar com leite após ela ter a amamentado. 

Também em depoimento, conforme a polícia, Leandro negou a autoria do crime e não soube explicar como a criança morreu. A Polícia Civil informou, ainda, que os pais vão permanecer presos e poderão responder pelos crimes de homicídio qualificado, omissão de socorro, maus tratos e lesão corporal.

Do Portal NS

Nenhum comentário: