Berg da Aragom

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

CUT diz que paralisação desta sexta-feira é a maior da história do país; Trabalhadores de Serrinha também protestam

A greve geral desta sexta-feira (28), convocada por diversos movimentos e entidades populares, já é considerada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) como a maior mobilização da história do Brasil. 

A central sindical comparou a greve desta sexta-feira ao movimento de 1989, quando 35 milhões de brasileiros paralisaram os trabalhos. 

As mobilizações são para denunciar os cortes de direitos promovidos pelas propostas de reformular as leis trabalhista e previdenciária do governo de Michel Temer (PMDB). 

Para Nivaldo Santana, vice-presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), a greve de hoje é histórica e pode representar uma mudança de rumo na luta do país. 

“O Brasil inteiro parou em diversas categorias com uma forte unidade das centrais sindicais com outros segmentos da sociedade. Essa greve pode marcar uma inflexão em que os trabalhadores saem da defensiva e podem adquirir maior protagonismo. É um dia que entrará para a história do povo brasileiro”, avalia. “A sociedade hoje decretou que é contra as reformas do Temer. Que é contra o governo Temer. Governo Temer que já estava capengando, hoje é sepultado. Ele tem 5% de credibilidade com a greve geral do jeito que ela foi colocada, diminui ainda hoje!”, disse o presidente Nacional da CUT, Vagner Freitas.

População serrinhense também protesta

Na manhã desta sexta-feira, os serrinhenses também protestaram. Trabalhadores de várias classes se reuniram e de forma pacífica percorreram diversas ruas, avenidas e praças de Serrinha entoando gritos de guerra.

"Esta é uma preocupação de todo o povo brasileiro, pois é um golpe contra os nossos direitos adquiridos com muita luta ao longo da historia do país e não podemos deixar este governo golpista nos tirar", falou uma liderança sindical ao Portal Cival Anjos.









Do Portal NS e Cival Anjos/Textos e fotos


Nenhum comentário: