BRASILGÁS

BRASILGÁS

Entec Informática

Entec Informática

Robério Transportes

Robério Transportes
NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!

VENDE-SE UM TERRENO MEDINDO 11 TAREFAS. TABULEIRO ÓTIMO PARA CHÁCARA PRÓXIMO À CAIXA D'ÁGUA EM BANDIAÇU, CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA, COM ÁGUA ENCANADA, ENERGIA ELÉTRICA E INTERNET PRÓXIMAS.

CONTATOS: (71) 99296-1175 (75) 99819-7823, 98124-9844 (Evódio), 99121-4433 e 98155-9060.

domingo, 16 de abril de 2017

Bahia liquida o Flu em Feira e aguarda adversário na final

Eficiente, objetivo e cirúrgico. Adjetivos que resumem a apresentação do Esporte Clube Bahia que largou com o pé direito nos primeiros 90 minutos da semifinal do Campeonato Baiano e praticamente colocou os dois pés na grande final ao vencer, liquidar e despachar o Fluminense de Feira na noite deste domingo no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana, por 3x0 com gols de Hernane, Renê Júnior e Régis, resultado que aumenta circunstancialmente a vantagem do Esquadrão, agora podendo até perder pelo mesmo placar para avançar de fase, enquanto para o Flu resta sonhar com um milagre (aplicar um sonoro e impensável 4x0) no jogo de volta na Arena Fonte Nova para se classificar. Destaque negativo para a ARBITRAGEM que errou tudo que tinha direito e tentou de todas as formas atrapalhar o espetáculo.

O primeiro tempo, que ficou devendo em emoções apesar da quantidade de gols, foi totalmente desproporcional no que apresentou as duas equipes. O Bahia jogou sem afobação, atacou com inteligência e se defendeu com consciência, enquanto o Flu de Feira passou longe daquele time que praticava um futebol até vistoso para suas limitações e nem deu trabalho ao goleiro Jean. 

O Esquadrão não criou tanto, mas quando resolveu colocar a bola no chão, fluiu e cresceu em campo, e nem precisou de muitas oportunidades para fazer um placar largo, com gols de Hernane, Renê Júnior e Régis, fechando a conta na etapa inicial em 3x0, que poderia ser 4x0 se o bandeira não inventasse um impedimento inexistente em gol mal anulado de Edigar Junio.      

Se já estava tranquilo para o Bahia no 11x11, a expulsão do zagueiro Rafhael tratou de deixar o jogo ainda mais sereno. Quem também merecia a chapa vermelha era o lateral Deca, após aplicar uma solada criminosa em Renê, mas o juiz não cumpriu a regra. Apesar da superioridade técnica e numérica, o Esquadrão tirou um pouco o pé do acelerador, criou algumas boas chances claras, mas no final das contas administrou e sustentou o excelente resultado e triunfo de 3x0, mesmo com grande possibilidade de repetir placar do primeiro tempo no segundo. 

O ponto negativo da partida, além da atuação RIDÍCULA da arbitragem, foi a infantilidade e falta de malandragem do meia Régis, melhor jogador em campo, e expulso após revidar agressão do volante Rogério. Ambos se agrediram e só o atleta tricolor levou o vermelho. Triste e vergonhoso "Ednaldão"!  

Assim como na passada, o Tricolor terá outra semana de "descanso" e só volta à campo no próximo sábado (22), às 16h, novamente para enfrentar o Flu de Feira, agora na Arena Fonte Nova.

Do Portal Futebol Bahiano

Nenhum comentário: